domingo, novembro 30, 2008

3 - Nuno Tiago


Nome: Nuno Tiago Costa
Posição: Fixo
Número: 3
Data de Nascimento: 25 de Maio de 1985

Ocupação: Estudante de Economia (FEP)
No Gaia United desde: 2005/2006 (fundador)


Golos em 2005/2006: 1
Golos em 2006/2007: 0
Golos em 2007/2008: 0
-
Jogos em 2008/2009: 16
Golos em 2008/2009: 2


4 - Dany


Nome: Daniel Beirão
Posição: Fixo
Número: 4
Data de Nascimento: 8 de Julho de 1987

Ocupação: Estudante de Medicina (S. João)
No Gaia United desde: 2008/2009

-
Jogos em 2008/2009: 9
Golos em 2008/2009: 8

25 - Sérgio Pereira


Nome: Sérgio Pereira
Posição: Guarda-Redes

Número: 25
Data de Nascimento: 23 de Dezembro de 1972

Ocupação: Técnico Águas de Portugal
No Gaia United desde: 2007/2008

-
Jogos em 2008/2009: 16
-
Distinções Individuais:
- Melhor GR da Mini-Liga 2007/2008

23 - João Vítor


Nome: João Vítor Borges
Posição: Guarda-Redes/Pivot
Número: 23
Data de Nascimento: 27 de Maio de 1985
Ocupação: Estudante de Arquitectura (Lusíada)
No Gaia United desde: 2005/2006 (fundador)
-
Golos em 2005/2006: 3
Golos em 2006/2007: 2
Golos em 2007/2008: 1
-
Jogos em 2008/2009: 5
Golos em 2008/2009:
-
Distinções Individuais:
- Melhor GR da Taça Nacional FFA 2007

O Plantel


Foto tirada no Pavilhão do Gaia FC, no treino de dia 24 de Novembro de 2008, com os novos equipamentos encomendados para esta temporada.
Aqui está o plantel completo do Gaia United para a época 2008/2009.
Em cima da esquerda para a direita: João Vítor (GR); Nuno Tiago; Diguinho; Rodrigo; André Araújo; Rui Ferreira; JP; e Sérgio Pereira (GR).
Em baixo da esquerda para a direita: Sérgio Alves; Vítor Santos; Dany; Miguel; Ruca; Bezerra; Gonçalo; e Nuno.

sexta-feira, novembro 28, 2008

9º Amigável: Gaia United 4 x 3 RD Congo

Excelente jogo (mais um!) entre estas duas equipas, há pouco, no Liceu de Gaia.

Duas equipas algo desfalcadas, que procuraram sempre o golo, de forma desinibida e com toda a vontade de ganhar. Não foi um jogo tão "corrido" como os outros, já que aconteceram mais faltas (prontamente marcadas por ambas as partes), mas foi um grande treino sem dúvida.

O Congo apresentou-se com 5 elementos, enquanto que nós estávamos com 7, o que poderá ter feito a diferença. Mas verdade seja dita que o Fraga e Cia. na frente deram-nos muito trabalho!

Começou o Congo a ganhar por 0-2.
Nós empatamos em duas jogadas muito semelhantes, o 1º num remate ao 2º poste desviado pelo Sérgio, o 2º numa boa desmarcação do Nuno, que atirou sem hipóteses.
O Congo fez o 2-3 e, depois de algum tempo neste score, empatamos novamente por intermédio do Nuno, num lance fotocópia do golo anterior.
Depois veio o Sr. do pavilhão dizer que dava mais 5m de jogo e então deram-se momentos alucinantes de puro futebol de rua, com oportunidades em ambas as balizas.
Fomos nós os mais felizes, numa recuperação de bola numa saída para o ataque do Congo e eu, em frente da baliza, desvio-me para um lado e depois remato para o fundo da baliza do Hélder.

Logo de seguida, o Sr. do pavilhão quase que nos obrigou a acabar com o jogo, sendo que ainda tentei que deixasse jogar mais 1m, de modo a não ser uma derrota tão amarga para o Congo. Por isso, juro aos congoleses que não tnha nada previamente combinado com o homem para que ele acabasse com o jogo quando estivéssemos a ganhar!

Duas notas:
- a excelente exibição do João Vítor que, aos poucos, vai voltando à sua forma de antigamente;
- a veia goleadora que o Nuno vem revelando e o facto de ele e eu nos estarmos a entender muito bem em campo, com muitas assistências para ele facturar.

Um abraço aos congoleses, que ontem jogaram (alguns!) contra nós com o novo equipamento (tal como nós), que está muito porreiro. Nao me importava de jogar todas as 5as contra este pessoal. Os jogos são sempre disputados no limite, mas sempre com bastante respeito.

Jogaram pelo Gaia United: João Vítor; Nuno Tiago; Miguel; Sérgio Alves; Nuno; Rodrigo; e Bezerra.
Marcaram pelo Gaia United: Nuno (2x); Sérgio Alves; Rodrigo.


Rodrigo de Almada Martins

terça-feira, novembro 25, 2008

Época 2008/2009 - A 4ª Época de FFA


Foto tirada no Pavilhão do Gaia FC, no treino de dia 24 de Novembro de 2008, com os novos equipamentos encomendados para esta temporada.
-
Aqui está o plantel completo do Gaia United para a época 2008/2009.
-
Em cima da esquerda para a direita: João Vítor (GR); Nuno Tiago; Diguinho; Rodrigo; André Araújo; Rui Ferreira; JP; e Sérgio Pereira (GR).
Em baixo da esquerda para a direita: Sérgio Alves; Vítor Santos; Dany; Miguel; Ruca; Bezerra; Gonçalo; e Nuno.
Nota: Alix (GR) entrou para a equipa em Janeiro.


Jantar de Natal, Senhor dos Petiscos, no dia 19 de Dezembro de 2008.

Estatísticas Colectivas

Jogos realizados: 65

Jogos Oficiais: 39

Jogos Amigáveis: 26

Vitórias: 31

Empates: 7

Derrotas: 27

Golos Marcados: 276

Golos Sofridos: 244

Goal-Average: 32

Vejam aqui as estatísticas individuais detalhadas (jogos realizados, golos e média de golos) desta época: http://2.bp.blogspot.com/_U6woaOr7oQM/Sq-4sUlbHwI/AAAAAAAAAX4/fXQvD11oIBU/s1600-h/estatistic+individ.jpg














sexta-feira, novembro 21, 2008

Mini-Liga 1ª Jornada: Inter Desportivo 4 x 9 Gaia United

Dia duplamente histórico para o Gaia United:
1º porque jogamos 2 jogos praticamente à mesma hora (amigável no Liceu de Gaia contra os ACK às 22h);
2º porque foi a estreia dos nossos novos equipamentos.

Não posso falar muito sobre este jogo, porque fiquei no Liceu e jogar. Mas por telefone contaram-me que foi um jogo com uma vitória justa da nossa parte, sendo que ao intervalo estávamos a vencer por 0x7. O resultado final cifrou-se nos 4x9, fruto de alguma quebra da nossa parte e de uma boa reacção por parte da Inter Desportivo.

Esta vitória traz-nos mais 3 pontos e mais confiança para os desafios futuros nesta Mini-Liga.

O Inter Desportivo está a passar por uma má fase, mas ninguém está ímune. Hoje uns, amanhã outros. Há que levantar a cabeça e seguir em frente.

Nota especial para o o "hat-trick" do JP, os seus primeiros 3 golos num só jogo ao serviço do Gaia United !

Um abraço ao Inter Desportivo, em especial ao Nando e ao Vítor.

Jogaram pelo Gaia United: Sérgio Pereira; Diguinho; Né; JP; Sérgio; Ruca; e Rui Ferreira.
Marcaram pelo Gaia United: JP (3x); Ruca (3x); Diguinho (2x); Rui Ferreira.


Rodrigo de Almada Martins

8ª Amigável: Gaia United 5 x 7 ACK

Dia duplamente histórico para o Gaia United !!! Pela 1ª vez na nossa história efectuamos um jogo quase ao mesmo tempo (este começou às 22h; o outro começou às 23h) e, além disso, estreamos os nossos novos equipamentos, que quanto a mim são excelentes.

Conforme prometido, não foi o Gaia United B que compareceu no Liceu de Gaia, até porque neste clube não há equipa A nem equipa B, há apenas o Gaia United.

E foi com muito orgulho que vi os 5 que ficaram no Liceu [Alix (não pertence ao plantel, embora já o conhecamos todos desde miúdos), Nuno Tiago, Nuno, Bezerra e eu] a fazerem um jogo fantástico, sempre com grande ritmo, jogando muitas vezes no último terço do terreno, criando oportunidades atrás de oportunidades, trocando bem a bola, correndo, defendendo bem e duro, com vontade, com ânimo, sem nunca desistir, acreditando sempre na vitória e no amor à camisola.

Foi um excelente jogo, diga-se. Os ACK são uma boa equipa, com jogadores fortes fisicamente e com técnica apreciável. Formam um excelente conjunto. E, além disso, são malta 5 estrelas, com quem se passa optimamente uma hora a jogar futebol. Se houve uma mão cheia de faltas foi muito.

A vitória acaba por ser justa... até porque os ACK fizeram 7 golos e nós fizemos 5. Mas quando estava 5x6, se aquela bola ao 2º poste tem entrado... mas os "ses" não integram o dicionário do desporto-rei. Daí que, logo depois, o 5x7 para os ACK acabou com o jogo - e acabou mesmo, visto que o Sr. do pavilhão a isso nso obrigou. Mas concerteza que ficávamos mais tempo a jogar futsal!

Nota para a veia goleadora de Nuno, com um "hat-trick". Nota também para a união desta equipa, que estava a jogar em dois pavilhões quase à mesma hora, sendo que a equipa que foi disputar o encontro da Mini-Liga foi lá dar uma força e assistir aos primeiros minutos deste jogo contra os ACK. Ambiente espectacular, que acabou por favorecer o espírito de sacríficio que o 5 que jogou no Liceu de Gaia demonstrou do início ao fim do jogo (ainda para mais quando so ACK levavam praticamente duas equipas, fazendo trocas constantes). É por estas e por outras que cada vez mais me orgulho de fazer parte do Gaia United !!!

Um abraço aos ACK, pessoal 5 estrelas. Temos de agendar um novo amigável. Jogos destes são para repetir.

Jogaram pelo Gaia United: Alix; Nuno Tiago; Rodrigo; Nuno; e Bezerra.
Marcaram pelo Gaia United: Nuno (3x); Rodrigo (2x).


Rodrigo de Almada Martins

sexta-feira, novembro 14, 2008

7º Amigável: Gaia United 12 x 4 Locomotiva Paranhos

Cheguei um pouco atrasado ao jogo, pelo que o meu comentário não pode ser muito abrangente.

Vencemos a Locomotiva Paranhas por 12x4, num jogo em que se notaram as fragilidades físicas da equipa visitante, em virtude deste ser o seu 1º jogo esta época, quando nós já vamos (contando com este) na 12ª partida.

Começou melhor o Gaia United, a ganhar. Depois a Locomotiva virou para 1x2. Nós fizemos o 2x2, depois chegamos ao 4x2, os Locomotiva ainda reduziram, mas depois disso fomos para cima e, com contra-ataques rápidos e com bonitas jogadas de entendimento em ataque continuado, fizemos o resultado final: 12x4.

Claro que me pareceu que a Locomotiva tem futebol para bastante mais. 6 jogadores muito bons tecnicamente (especialmente o mais baixo), um jogador muito forte fisicamente (cabeça rapada, que pode jogar muito bem a pivot) e todos os outros elementos com muita imaginação e bons pés para o futsal. Mas realmente a nível físico notou-se bastante a diferença, ainda para mais quando só acabamos o jogo já por volta das 23h35, se não me engano. Ou seja, era ver-nos a correr na ânsia de marcar mais golos e a Locomotiva (que com uma atitude fantástica, diga-se) "sem pernas" para nos acompanhar. No entanto fica a nota: estes Locomotiva são uma óptima equipa que, com 1 ou 2 meses de treinos, podem tornar-se em mais uma boa equipa da Zona Norte FFA, assim tenham vontade de re-começar nestas andanças! Recordo que esta equipa tem no seu historial vitórias contra "históricos" do FFA.

Jogo bastante tranquilo, um ou outro diferendo em relação a uma ou outra falta, mas ambiente 5 estrelas. A Locomotiva é mesmo pessoal 5 estrelas. E são de uma zona histórica do Porto: Campo Lindo, em Paranhos.

Quanto a nós, gostei muito de ver o plantel do Gaia United outra vez (quase) todo reunido. A família do Gaia United quase toda junta (estivemos 14!!!), como há muito não se via! Faltaram apenas o Miguel (a estudar) e o Vítor Santos (razões profissionais). Notas especiais para o regresso do Gonçalo (e logo com 4 golos!), para o 2º jogo do João Vítor (este ano está de volta, já tinha jogado no amigável frente à RD Congo) e para aquele que poderia (e foi na mesma) ter sido o momento da noite: bola bombeada para a frente por Diguinho no seu já típico cruzamento para o 2º poste e Bezerra, em esforço e desiquilíbrio salta e com um golpe de cabeça apenas ao nível de Mário Jardel, Oliver Bierhoff ou João Vieira Pinto coloca a bola ao 2º poste... indo a bola embater na quina dos ferros, na exacta junção entre poste e barra, no ângulo superior contrário. Infelicidade para Bezerra, mas foi... o momento da noite!

Um grande abraço ao pessoal da Locomotiva. Espero que nos voltemos a encontrar. De preferência, óbvio, num jogo mais disputado, o que é fácil de se conseguir, desde que recomecem a treinar.

Jogaram pelo Gaia United: Sérgio Pereira; João Vítor; Dany; Nuno Tiago; Né; Diguinho; Sérgio; JP; Ruca; Rodrigo; Rui Ferreira; Nuno; Gonçalo; Bezerra.
Marcaram pelo Gaia United: Gonçalo (4x); Ruca (3x); Rui Ferreira (2x); Dany; Nuno Tiago; Nuno.


Rodrigo de Almada Martins

terça-feira, novembro 11, 2008

Jogos 2007/2008


Mini-Liga 6ª Jornada: Gaia United 4 x 4 Portus87

Jogo muito emotivo e equilibrado há bocado no Gaia. Jogo nitidamente com duas partes bem distintas: a 1ª pertencente ao Portus; a 2ª pertencente ao Gaia United.

Para começo de conversa, diga-se já que o empate assenta bem a este jogo, já que as duas equipas se equivaleram e tiveram domínios bem definidos em certos momentos do jogo.

Começamos melhor, numa boa jogada do Ruca, que descobriu o JP sozinho, mas o Abel fez bem a "mancha" e impediu o 1º do Gaia United. A partir daí só deu Portus até ao final da 1ª parte. Nós adomercidos e o Portus a carburar bem na frente com Nuno Mota, Sebas e Vieira, jogadores muito rápidos e com bom poder e espontaneidade de remate. Daí que o 0x2 ao intervalo fosse justo, apesar do Portus não ter rematado muito. Mas os dois golos foram com bolas bem chegadas ao poste, a baterem sempre no poste e a entrarem, demonstrando a boa capacidade de colocação de bola dos atletas do Portus. O Portus estava mais calmo e fazia uma melhor circulação de bola.

Mas na 2ª parte tudo se alterou. Assentamos jogo, jogamos com mais cabeça, com mais garra e, acima de tudo, com mais calma. Fomos evoluindo o nosso jogo e começamos a encostar o Portus atrás.

O 1º golo surge por intermédio de Rui Ferreira, na típica jogada metida para o pivot que, na pequena área, se vira e factura.

Mas logo depois vem o balde de água fria, pois sem que nada o fizesse parecer, o Nuno Mota "inventa" um golo de belo efeito e faz o 1x3.

Mas o Gaia United reagiu, demonstrando a grande amizade e união que há nesta equipa. Quando nada o fazia prever, a equipa passou a desfrutar do jogo e as oportunidades sucederam-se.
O 2x3 surge num golo do Né, após um livre, ao 2º poste.
O 3x3 aparece por intermédio do Dany, numa entrada fulgurante após um canto, fazendo o empate com grande classe, num toque subtil frente a frente com o Abel.
E a reviravolta dá-se logo depois, numa insistência da nossa equipa, que recupera a bola em zona adiantada do terreno, desferindo o Né um remate indefensável de fora da área. O Né bisava, colocava-nos na frente do marcador e logo com um grande pontapé.

A faltarem 3m para o fim e quando já pensávamos que podíamos ficar com os 3 pontos, o João desfere um remate tenso e rasteiro que me passa entre as pernas e que colocou o placard final em 4x4.

Sabor a injustiça para nós, já que o golo surge quando faltavam poucos segundos para o final do jogo. No entanto reconheço que, atendendo à 1ª parte do Portus e ao seu perigoso contra-ataque da 2ª parte, o resultado torna-se justo.

Penso, portanto, que as duas equipas estão de parabéns. Fizeram um jogo nos limites, nem sempre bem jogado, mas com grande alma por parte das duas formações, assinalando um bom espectáculo para aqueles que se deslocaram ao nosso reduto.

Jogo com muito poucas faltas na 1ª parte, com mais algumas na 2ª, apenas com 2 ou 3 lances mais difíceis de ajuizar para os árbitros, que fizeram o trabalho possível, sem nenhum erro que influenciasse o resultado. Daí o meu obrigado à dupla da RD Congo.

Um abraço ao Portus, em especial ao João.

E volta a confirmar-se: o Gaia United x Portus87 é mesmo um clássico da Mini-Liga e do FFA!


Jogaram pelo Gaia United : Sérgio Pereira; Dany; Diguinho; Né; JP; Vítor Santos; Ruca; Rodrigo; Rui Ferreira.
Marcaram pelo Gaia United : Né (2x); Rui Ferreira; Dany.


Rodrigo de Almada Martins

sábado, novembro 08, 2008

Gonçalo regressa ao Gaia United

O Gaia United anuncia, com a maior felicidade, a re-entrada de Gonçalo (18 anos) no seu plantel, após o término do seu percurso no futebol de 11.

Gonçalo, irmão mais novo de João Vítor, um dos "históricos" do Gaia United, regressa assim ao convívio da nossa equipa, sendo um grande reforço para a díficil temporada que se avizinha.

Gonçalo (que enverga a malha 17) realizou cerca de 7 ou 8 jogos com a camisola do Gaia United na época 2006/2007, tendo marcado 15 golos. É um ala rápido, veloz, de finta fácil, técnica apurada e de remate espontâneo, com ambos os pés.

Este é um regresso, pois, que se saúda!


Rodrigo de Almada Martins

sexta-feira, novembro 07, 2008

Novos equipamentos do Gaia United quase prontos

Os equipamentos do Gaia United estão quase, quase prontos.
Apenas faltam uns detalhes.
Brevemente dar-se-ão notícias sobre este assunto.

Mais um momento histórico para o Gaia United .

6ª Amigável: Gaia United 3 x 5 RD Congo

Jogo com excelente ritmo há bocadinho no Liceu de Gaia.

Foi uma horinha de futsal sempre seguida, sem intervalos, sem faltas praticamente (conto 4 ou 5 e as que existiram foram encontrões simples), sempre a jogar. Estes amigáveis assim são do melhor.

Venceu a RD Congo com toda a justiça. Fizeram um jogo em equipa muito bom, corrigindo muitos dos erros que tiveram contra nós na 3a. Trocaram bem a bola, de forma segura, sempre a circular entre todos e nós não conseguimos encontrar o antídoto para isso.

Claro que tivemos as nossas oportunidades, mas o Hélder estava lá quase sempre para defender (muito boa exibição). O Congo esteve sempre na frente do marcador e explorou bem as suas boas trocas de bola e movimentações.

Diga-se, também, que o Congo defendeu sempre muito bem, muito concentrados e saíam bem para o contra-ataque, fazendo bem a passagem para o ataque continuado. Foi mesmo o melhor jogo que vi o Congo a fazer.

Daí que temos que admitir a superioridade do nosso adversário no encontro de há bocado e dar-lhe os parabéns. Foi um jogo em que serviu para melhorar a condição física e para treinarmos o nosso jogo de equipa. E jogos destes é aquilo que se quer. Daí que já tenha ficado apalavrado outro amigável, desta feita na Teixeira Lopes.

Destaco ainda o regresso de João Vítor (que se saúda!) aos jogos do Gaia United, que alinhou tanto na baliza, como a jogador de campo.

Um grande abraço ao pessoal do Congo!

Jogaram pelo Gaia United: Sérgio Pereira; João Vítor; Diguinho; Nuno Tiago; JP; Sérgio; Ruca; Nuno; Rodrigo; Bezerra.
Marcaram pelo Gaia United: Diguinho (2x); Bezerra.


Rodrigo de Almada Martins

quarta-feira, novembro 05, 2008

Mini-Liga 5ª Jornada: RD Congo 4 x 6 Gaia United

Foi um jogo muito alegre e bem disputado na Teixeira Lopes há bocadinho.

Deslocamo-nos ao recinto da RD Congo e vencemos por 4x6.

Começamos melhor com uma triangulação fantástica entre Rui e Ruca, finalizando este na cara do GR contrário. Estavam decorridos cerca de 2m de jogo.

Depois vem o empate do Congo, num remate frontal para a nossa baliza.

Reagimos muito bem e logo nos colocamos por cima no marcador, numa fantástica jogada de insistência do JP que liberta para mim com um passe fantástico e eu perto da baliza remato cruzado, a bola bate no poste e entra. Era o 1x2 para nós.

Já quase a finalizar a 1ª metade, o Congo restabelece a igualdade num lance de insistência em que a bola é enviada para o 2º poste, onde o Fraga apenas tem que encostar para bolo.

A 1ª parte foi dividida. Julgo que estivemos melhor nos primeiros 10m, mas nos segundos 20m, o Xodax e principalmente o Fraga começaram a aparecer mais em jogo, criando bastantes desiquilíbrios individuais, o que nos baralhou por diversas vezes a nossa defensiva. Na 2ª parte penso que, tirando os últimos 2 ou 3 minutos, controlamos totalmente, com boa circulação e com uma excelente marcação do Dany ao Fraga, corrigindo assim esse aspecto negativo em que estávamos a incorrer na 1ª parte.

Surge então, já na 2ª parte, um livre à entrada da área a nosso favor e o Dany, chamado a bater, não desiludiu e fez o 2x3, com um remate seco e colocado.

O 2x4 surge num lance tirado a fotocópia a outro que tinha falhado no ataque anterior. Ruca recebe a bola, corre bastante tempo com ela baralhando 2 ou 3 defesas contrários e, já perto da baliza, toca para mim que de primeira atiro cruzado para a baliza.

O 2x5 aparece através de um canto marcado pelo Dany que meteu a bola para a área, dá-se uma confusão, ninguém alivia, a bola sobra para mim a saltar e outra vez de primeira atiro para o fundo das redes.

Logo de seguida, é a vez de Rui Ferreira fazer o gosto ao pé, numa bela jogada de triangulação, na qual atira colocado, sensivelmente na zona do penalty, para o fundo da baliza. Era o 2x6.

A faltarem 3 minutos para o final do jogo, a RD Congo que já nada tinha a perder lançou-se para a frente, causando-nos problemas. E com isso acabaram por fazer 2 golos, por mérito próprio, apesar de achar que fomos um pouco infantis na forma como defendemos esta vantagem que chegou a cifrar-se em 4 golos de diferença. O Congo fez dois golos e ainda carregou no acelerador, disponde de 2 livres e alguns cantos perigosos. Contudo, felizmente para nós, o resultado não mais se alterou.

Penso que fizemos um jogo bastante conseguido.
Né muito bem no corte e na ocupação dos espaços, na 2ª parte fez uma exibição verdadeiramente fenomenal, não dando hipóteses aos seus opositores, chegando sempre primeiro a todos os lances.
Dany brilhante a quadrar o Fraga na 2ª parte, assim como no livre que bateu. Está a ter cada vez um papel mais importante na equipa.
Ruca a organizar jogo de forma rápida e esclarecedora, a tabelar muitíssimo bem, a fazer um golo e ainda a oferecer outros.
JP a carburar em grande estilo, quer a defender, quer a atacar, efectuando ainda remates muito perigosos, sempre um poço de energia.
O nosso Sérgio Pereira muito confiante na baliza e a comandar a defesa de forma serena e eficaz, efectuando ainda algumas excelentes defesas.
Rui Ferreira a dar um novo colorido ao nosso futebol, com passes curtos e tabelas preciosas, conferindo uma maior fluidez e fantasia ao nosso futebol, além de estar com a veia goleadora em alta.
Nuno Tiago jogou poucos minutos, mas é uma forma de se preparar para estes níveis de exigência.
Quanto a mim, melhor regresso era impossível. Após um mês afastado por lesão é sempre bom regressar com uma vitória, ainda para mais com 3 golos na conta pessoal. Já estava a sentir falta de jogar futebol!

Um abraço ao pessoal da RD Congo, naquele que foi um jogo super-tranquilo e com o bom ambiente a imperar (tirando aquele meu "desabafo" para o Machado, pelo qual pedi prontamente desculpas. Desculpa, mais uma vez!), à imagem do que tem acontecido entre estas duas equipas.

Jogaram pelo Gaia United: Sérgio Pereira; Dany; Né; Nuno Tiago; Ruca; Rodrigo; e Rui Ferreira.
Marcaram pelo Gaia United: Rodrigo (3x); Ruca; Dany; Rui Ferreira.


Rodrigo de Almada Martins